1ª Conferência Internacional do Teatro do Oprimido

Um tributo a Augusto Boal e à continuidade de sua obra

20 a 26 de julho de 2009, no Rio de Janeiro

Com alegria e esperança renovadas, confirmamos a realização da 1ª Conferência Internacional do Teatro o Oprimido a realizar-se de 20 a 26 de julho de 2009 no Conjunto Cultural da Caixa – Teatro Nelson Rodrigues e Teatro de Arena -, na cidade do Rio de Janeiro. O evento será um tributo a Augusto Boal e sua obra, e um marco histórico para a continuidade de seu trabalho e desenvolvimento de seu Método. Informações atualizadas poderão ser lidas no site www.ctorio.org.br.

Conferência Internacional do Teatro do Oprimido:

A programação relacionada à Conferência será gratuita e aberta ao grande público, mediante inscrição. Os interessados devem preencher e enviar a ficha de inscrição anexa para helensarapeck@ctorio.org.br c/c geobritto@ctorio.org.br, até 20 de junho de 2009. A inscrição será confirmada através de carta-convite.

20/07 – Cerimônia de abertura com coquetel de lançamento da sexta edição da revista Metaxis, a publicação do Centro de Teatro do Oprimido, instituição da qual Augusto Boal foi o diretor artístico por vinte anos;

21 a 23/07 – Painéis de discussão sobre o impacto da aplicação do Teatro do Oprimido em diversas regiões do mundo e em diferentes áreas temáticas;

21 a 24/07 – Mostra Internacional de Vídeos;

21 a 24/07 – Apresentações de espetáculos de Teatro-Fórum com sessões de Teatro Legislativo;

21 a 26/07 – Exposição de produções da Estética do Oprimido.

Encontro Internacional de Praticantes do Teatro do Oprimido:

De 24 a 26 de julho, acontecerá o Encontro Internacional de Praticantes do Teatro do Oprimido, exclusivo para convidados. Grupos, projetos e instituições com reconhecida atividade com o método do Teatro do Oprimido em suas regiões e países, interessados em participar do Encontro devem preencher e enviar o questionário em anexo, em nome do representante escolhido, para barbarasantos@ctorio.org.br, até 05 de junho. Por se tratar de um Encontro Internacional haverá limite de vagas por país. A seleção dos participantes levará em conta nível de formação, tempo de experiência, relevância, dimensão e impacto das ações realizadas. A participação será confirmada através de carta-convite.

Atenciosamente,

Bárbara Santos, socióloga e curinga do

Centro de Teatro do Oprimido

www.ctorio.org.br



FICHA DE INSCRIÇÃO

  1. Identificação (Nome – Idade – Endereço – Telefones – E-mail – Website):
  2. Qual a sua área de atuação?
  3. Tem ou teve alguma experiência com o Teatro do Oprimido? Em caso positivo, solicitamos um breve relato.
  4. Qual a motivação em participar desta Conferência?
  5. Teria interesse em fazer parte da mala de contatos do Centro de Teatro do Oprimido e passar a receber os informes da instituição?
  6. Gostaria de ser informado sobre oficinas e cursos de Teatro do Oprimido? Tem interesse por alguma técnica em especial?



QUESTIONÁRIO

  1. Identificação (Nome – Idade – Endereço – Telefones – E-mail – Website):
  2. Qual sua qualificação em Teatro do Oprimido? Quando ocorreu? Por quanto tempo? Com quem?
  3. Qual sua experiência na Multiplicação do Teatro do Oprimido (organizações, grupos, projetos)?
  4. Qual organização, grupo ou projeto você representa no momento?
  5. O que te leva a ser um(a) praticante do Teatro do Oprimido?
  6. Descreva com qual tipo de participante você tem trabalhado e em quais condições sociais.
  7. Como pode definir a palavra opressão relacionada ao trabalho que tem sido feito por sua organização ou grupo?
  8. Que tipo de confronto tem enfrentado para realizar esse trabalho? Você encontrou algum tipo de ajuda, de quem?
  9. Pode identificar se o trabalho realizado por seu grupo ou organização tem transformado a realidade? Como? Você tem algum exemplo de transformação da realidade conquistado por outros grupos que atuam nas mesmas condições?
  10. Quais desafios práticos e teóricos, relacionados ao Teatro do Oprimido, têm sido enfrentados por sua organização ou projeto e quais as alternativas encontradas para superá-los?
  11. Quais as suas observações sobre o movimento do Teatro do Oprimido em seu país e no mundo? Qual a sua sugestão para estruturar melhor esse movimento?

Sobre Aline Satyan

Aline Satyan é formada em Estudos de Mídia pela Universidade Federal Fluminense, mestre em Indústrias Criativas pela Universidade Paris 8 e autora do livro “Produção de Cultura no Brasil: Da Tropicália aos Pontos de Cultura”. Com experiência em políticas culturais e programas de formação para a cultura, trabalhou em diferentes projetos na esfera governamental e universitária. Há alguns anos tem se dedicado a estudar processos de colaboração e atuar como educadora, facilitadora de grupos e consultora de gestão em organizações culturais. Certificou-se em design para sustentabilidade no Programa Gaia Education na ecovila Terra Una (Liberdade, MG) em 2014, Aprofundamento em Dragon Dreaming na Pedra do Sabiá (Itacaré, BA) em 2015 e em Design Permacultural no Instituto Pindorama (Nova Friburgo, RJ) em 2016. É coordenadora do programa Gaia Jovem Serrano, co-fundadora da Cena Tropifágica e da Txai Design de Experiências, e sua principal busca atualmente é por uma vida de consciência, criatividade e em cooperação. Para saber mais: https://www.facebook.com/gaiajovemserrano/ https://www.facebook.com/txaidesigndeexperiencias/ http://www.cenatropifagica.com/

Publicado em 09/06/2009, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: