MinC : Da Tropicalia à Bossa Nova

Desde a indicaçao do nome de Ana de Hollanda para o Ministério da Cultura, há na Internet um intenso debate sobre os rumos da politica cultural do pais. Em duas semanas de gestao, a nova Ministra e sua equipegeraram rumores que, na opinião de muitos, é um recado.

retirada da licença CreativeCommons do site do MinC, o cancelamento de diversas reunioes com agentes da sociedade civil (especialmente aqueles ligados ao debate sobre os direitos autorais), boatos sobre a nomeaçao do advogado Hildebrando Pontes para o cargo de diretor de Direitos Intelectuais, as estranhas mensagens de esclarecimento do Ecad recebida por aqueles que publicaram a carta aberta para a ministra em seus blogs e sites, sao alguns exemplos – praticos e simbolicos – de novas pressões que vem surgindo nesse cenário, apontado por ativistas do Software e da Cultura Livre como uma mudança de direcionamento desta nova gestao. Além disso, para alguns especialistas na área de políticas culturais, estes sinais evidenciaria  adescontinuidade de certas politicas com as quais se comprometeu a presidente eleita – algumas inclusive decretadas em lei ainda na gestao Lula, como o Plano Nacional de Cultura.

Nestes ultimos oito anos a sociedade civil estabeleceu uma relaçao de dialogo e parceria com o Ministério da Cultura, o que permitiu a potencializaçao de milhares de atividades e agentes culturais em todo o pais, e a projeçao do Brasil no cenario internacional.

Com o objetivo de fazer um balanço do movimento em torno da Cultura Digital brasileira, será realizado na proxima segunda-feira (31) uma reuniao presencial e virtual, concreta, mas descentralizada, para articular as açoes para este novo periodo.

Participe :

Quando ?

Segunda-feira 31/01 – 18h

Onde ?
No link http://www.pontaodaeco.org/aovivo,  através de chat (browser) e áudio (skype) e no twitter através da hashtag #dalicencaminc

No Rio:

Pontão da ECO (Av. Pasteur 250 – Praia Vermelha)

Em São Paulo:

Casa da Cultura Digital (Rua Vitorino Carmilo, 459 – Santa Ceclia – Sao Paulo / prox ao Metrô Marechal Deodoro)

 

Saiba mais: culturadigital.br/movimento

Sobre Aline Satyan

Aline Satyan é formada em Estudos de Mídia pela Universidade Federal Fluminense, mestre em Indústrias Criativas pela Universidade Paris 8 e autora do livro “Produção de Cultura no Brasil: Da Tropicália aos Pontos de Cultura”. Com experiência em políticas culturais e programas de formação para a cultura, trabalhou em diferentes projetos na esfera governamental e universitária. Há alguns anos tem se dedicado a estudar processos de colaboração e atuar como educadora, facilitadora de grupos e consultora de gestão em organizações culturais. Certificou-se em design para sustentabilidade no Programa Gaia Education na ecovila Terra Una (Liberdade, MG) em 2014, Aprofundamento em Dragon Dreaming na Pedra do Sabiá (Itacaré, BA) em 2015 e em Design Permacultural no Instituto Pindorama (Nova Friburgo, RJ) em 2016. É coordenadora do programa Gaia Jovem Serrano, co-fundadora da Cena Tropifágica e da Txai Design de Experiências, e sua principal busca atualmente é por uma vida de consciência, criatividade e em cooperação. Para saber mais: https://www.facebook.com/gaiajovemserrano/ https://www.facebook.com/txaidesigndeexperiencias/ http://www.cenatropifagica.com/

Publicado em 29/01/2011, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: