(In)Feliz Aniversário, Rio

 

Nascida, criada e apaixonada por esta cidade, adoraria dizer no dia de hoje que “O Rio de Janeiro continua lindo”. Mas não é verdade, pois pra mim ser LINDO:

 

– não é gastar todo o investimento que o Estado está recebendo para sediar Copa do Mundo e Jogos Olímpicos em obras-maquiagem que não beneficiam a população

– não é remover famílias inteiras de suas casas e ocupações por causa da especulação imobiliária

– não é isentar de licitação obras estruturais da cidade, promovendo ainda mais o cartel de empreteiras no Estado

– não é sediar um importante debate ecológico mundial, o Rio+20, dando destaque para o setor privado e grandes empresas

– não é ver a criminalização da pobreza sendo reproduzida nos meios de comunicação comerciais, em detrimento da comunicação popular e alternativa

– não é Choque de Ordem que impede o trabalho de milhares de cidadãos que sem oportunidade de empregos e usam da criatividade brasileira para dar seu jeito de viver em uma cidade cada vez mais cara

– não é culpar as vítimas da falta de moradia na cidade pelos acidentes causados pelo descaso público

– não é fazer uma política de “pacificação” sem levar em consideração o respeito, a comunidade, a cultura, a educação, a saúde, o saneamento básico, e outras políticas públicas que nunca subiram o morro.

– não é criminalizar o direito de manifestação de servidores e cidadãos inconformados

– não é aumentar em 61% o preço das Barcas Rio-Niterói, um transporte (que deveria ser público) necessário para grande quantidade da população, sem nenhum retorno em termos de qualidade

– não é deixar o Bondinho de Santa Teresa, patrimônio histórico da cidade e um meio de transporte funcional para muitos moradores, abandonado ao descaso público e tirando a vida de usuários

 

…isso só para citar alguns dos presentes que nossos eleitos Sergio Cabral e Eduardo Paes têm dado à nossa população…

 

É, meu Rio de Janeiro, (in)Feliz Aniversário.

 

 

>>> HOJE ATO AS 19H NA PRAÇA XV CONTRA O AUMENTO DAS BARCAS PARA R$4,50 <<<

Sobre Aline Satyan

Aline Satyan é formada em Estudos de Mídia pela Universidade Federal Fluminense, mestre em Indústrias Criativas pela Universidade Paris 8 e autora do livro “Produção de Cultura no Brasil: Da Tropicália aos Pontos de Cultura”. Com experiência em políticas culturais e programas de formação para a cultura, trabalhou em diferentes projetos na esfera governamental e universitária. Há alguns anos tem se dedicado a estudar processos de colaboração e atuar como educadora, facilitadora de grupos e consultora de gestão em organizações culturais. Certificou-se em design para sustentabilidade no Programa Gaia Education na ecovila Terra Una (Liberdade, MG) em 2014, Aprofundamento em Dragon Dreaming na Pedra do Sabiá (Itacaré, BA) em 2015 e em Design Permacultural no Instituto Pindorama (Nova Friburgo, RJ) em 2016. É coordenadora do programa Gaia Jovem Serrano, co-fundadora da Cena Tropifágica e da Txai Design de Experiências, e sua principal busca atualmente é por uma vida de consciência, criatividade e em cooperação. Para saber mais: https://www.facebook.com/gaiajovemserrano/ https://www.facebook.com/txaidesigndeexperiencias/ http://www.cenatropifagica.com/

Publicado em 01/03/2012, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: