Compartilhando…

Hoje temos a possibilidade de se expressar para além de um sistema unilateral de comunicação, sem necessariamente depender de um mediador. Através de diversas redes e bandeiras, vemos crescer experiências baseadas no compartilhamento e no aprendizado mútuo.

Fica aqui então minha humilde contribuição, algumas das coisas que venho escrevendo, questionando, descobrindo, enfim pensando.

 

EM PORTUGUÊS:

 

 

Série de artigos sobre cyberativismo e o movimento #Occupy, #15M, #Globalrevolution

 

Artigo para a Revista Virus Planetário sobre o crowdfunding (financiamento coletivo). (Julho 2011)

 

De que forma o contexto vivido pela chamada “geração de 70” repercute hoje em políticas culturais? Buscando marcas “contraculturais” na atualidade, a proposta é identificar traços do pensamento daquela época hoje, em novos contextos. (Outubro 2010)

 

Entrevista feita pelo Circuito Universitário de Cultura e Arte da UNE com o músico e ex-Ministro da Cultura Gilberto Gil, sobre política, juventude, cultura e educação. (Agosto 2010)

 

Resenha do filme “Uma noite em 67″,  sobre a final do III Festival da Record, para a Revista de História da Biblioteca Nacional (Agosto 2010)

 

Apresentação sobre a Tropicália no contexto da produção cultural brasileira na década de 60 (Abril 2010)

 

Resenha sobre o livro “Ponto de Cultura: O Brasil de baixo pra cima”, de Célio Turino, para a Revista de História da Biblioteca Nacional (Novembro 2009)

 

Livro publicado pela editora Multifoco, resultado da minha pesquisa de monografia em Estudos de Mídia pela Unversidade Federal Fluminense. (Junho 2009)

 

 

IN ENGLISH:

Paper for the workshop “Articulating alternatives: agents, spaces and communication in/of a time of crisis” – University of London, May 2012

 

Artigo com Adilson Cabral sobre a plataforma culturadigital.br como “um novo jeito de fazer política pública no workshop “The Future of Social Web” em Barcelona, na Espanha. (Março 2011)

 

Apresentação com Adilson Cabral sobre a politica brasileira para Cultura Digital no workshop “The Governance dimension on the Internet of Things” em Leipzig, na Alemanha. (Março 2011)

 

 

EN FRANÇAIS:

Série d’articles sur le cyberactivisme et le mouvement #Occupy, #15M, #GlobalRevolution

 

Article sur la valorisation des produits culturels, en analysant le circuit de la musique libre et le site français Dogmazic.net

 

Mémoire de M1 en Industries Créatives à l’Université Paris

 

Article sur le crowdfunding (financement participatif), sous la dimension du “marketing participatif” et la “consommation collaborative” (Avril 2011)

 

Artigo sobre o Programa Cultura Viva e os Pontos de Cultura dentro do contexto de políticas para a diversidade cultural. (Janeiro 2011)

 

Salvo algumas excessões (por exigências de publicação), os arquivos se encontram sob licença Creative Commons, e os textos em formato aberto (.odt). Se você não consegue visualizá-los, pode baixar o editor de texto livre OpenOffice aqui.

Tudo isso é resultado da interação com outros textos, livros, filmes, aulas, palestras, conversas, tweets e mesas de bar, então espero que esta troca de conhecimento continue circulando e inspire você tanto quanto me inspirou.

E deixo também um chamado: Não fique parado esperando um diploma, um patrocinador, uma editora. Experimente, inove, erre, acerte, compartilhe!

 

O crowdfunding e a reinvencão do consumo

  1. Este blog é um espaço de interação e construção sobre contra cultura e políticas culturais utilizado a época da pesquisa Produção de cultura no Brasil: Da Tropicália aos Pontos de Cultura, publicada pela editora Multifoco.

    O trabalho buscou analisar a cultura brasileira no sentido de sua produção, e fazer uma relação entre a efervescente produção cultural dos anos 60 (nas artes plásticas, múscia, cinema e teatro) e hoje, 40 anos depois, em um contexto globalizado.
    Com especial atenção aos Centros Populares de Cultura (CPC) da UNE e à proposta contracultural da Tropicália, busquei observar como tais motivações de democratização cultural encontram algum reflexo ainda hoje, nos Pontos de Cultura (programa Cultura Viva) do Ministério da Cultura (sob o comando do tropicalista Gilberto Gil).

    Estão postados aqui o progresso dos capítulos, a bibliografia utilizada, links úteis e idéias…

    E para dar continuidade a este tema e às demais idéias que podem sugir por aí, atualizo o blog com matérias, eventos e reflexões de uma mente constantemente borbulhante.

    E vamos ver o que sai dessa Geléia Geral..

  2. ola!!boa noite!!gostaria de saber si esse livro tem em portugues e onde posso acha-lo,estou fazendo um tcc e esse livro seria super interessante..obg

  3. Aline Carvalho

    Olá, tem sim. Você pode compra-lo aqui no site da editora: http://editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=163&idProduto=164.
    Ou também baixá-lo aqui no blog: https://tropicaline.files.wordpress.com/2011/07/producao_de_cultura_no_brasil.pdf

    Bom trabalho!

  4. Boa tarde! Meu nome é Mirelle, curso Design na Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo e estou fazendo um trabalho de conclusão de curso sobre o Teatro do Oprimido e a Era da Informação. Será que eu poderia enviar algumas perguntas para vocês para que possa contribuir com o meu trabalho
    ?Aguardo resposta. Obrigada! Mirelle Moraes

  5. Aline Carvalho

    Oi Mirelle,
    Pode me enviar sim, no email tropicaline@hotmail.com.
    Confesso qua faz tempo que não trabalho com o TO, mas vamos ver no que posso audar. Viva Boal!
    Abraços

  6. Recharge health care your love weapon

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: